Passeando em Berlim – Story of Berlin

Para você que está procurando algum passeio para fazer em Berlim, hoje eu vou falar um pouco sobre o museu Story of Berlin

É um passeio bem interessante e vale muito a pena, mesmo.

Não é a primeira vez que eu faço a turista na cidade. Tem o texto do Zoo, um sobre o Festival das Luzes, o Olympia Stadium, fora os lugares que eu ainda não escrevi, mas prometo contar em breve.

Hoje eu vou falar desse lugar super legal e que pouca gente visita quando vem pra cá. 

Antes da visita eu li em algumas revistas que, por ser um museu interativo o foco é no público juvenil, mas eu achei bem interessante a forma como eles passam por todas as épocas da história da capital alemã.

Minha prima veio me visitar e resolvemos conhecer juntas mas, não sabíamos que o museu era tão grande e por isso, tivemos que dar uma corrida no final para dar tempo de visitar o Bunker.

Por fora ele parece bem pequeno.

Ele fica dentro de uma galeria de de lojas na avenida Kufürstendamm e como estávamos mesmo interessadas em conhecer o abrigo subterrâneo (ou Bunker) que faz parte do preço do museu, entramos apenas para fazer uma horinha enquanto esperávamos o horário de encontro com o guia.

story of berlin museum - Barbara Poplade Schmalz©

Nos surpreendemos com o tamanho da instalação. Acredito que andando com calma uma pessoa precisa por volta de 2 ou 3 horas para percorrer ele inteiro.

Por dentro 

entrada - story of berlin museum - Barbara Poplade Schmalz©

Tudo começa com uma escadaria de um prédio típico berlinense. Ao subir você se depara com duas portas e o som dos vizinhos – era uma mulher brigando com o marido que só sabe beber e ficar sentado no sofá e uma música que parecia de alguma cultura do oriente e tocava no outro “apartamento”. 

Minha prima foi tentar abrir a porta e levou um susto com a voz de um cara gritando.

 Prima estou rindo desse momento, desculpa aê.  😀

como surgiu berlim - story of berlin museum - Barbara Poplade Schmalz©

Depois de passar pela única porta aberta, começamos a viagem pela a história da cidade – que é ordenada cronologicamente e mostra assuntos como religião, política, personalidades importantes, etc. 

Tirando um grupo de aborrescentes correndo nos corredores e enchendo a paciência, foi tudo ótimo.

This slideshow requires JavaScript.

Agora, a parte mais incrível do museu mesmo é a visita ao Bunker.  Para quem não sabe, bunker é um abrigo subterrâneo que pode ter diversos fins. 

corredores de um bunker- story of berlin museum - Barbara Poplade Schmalz©

Na Segunda Guerra Mundial muitos deles foram construídos em Berlim coma finalidade de abrigar membros do governo e cidadãos durante os bombardeios.

E na Guerra Fria também apareceram alguns abrigos pelo medo das ameaças nucleares e foi justamente um desses que fomos conhecer.

bunker- story of berlin museum - Barbara Poplade Schmalz©

Os guias só falam inglês e alemão e eu não recomendo a visita do abrigo para quem tem problemas com lugares fechados.

É bem tranquilo lá dentro porém, o guia explica como seria a realidade das pessoas abrigadas e se você colocar a cabeça para imaginar, vai ter uma sensação estranha pensando num bando de gente amontoada, provavelmente sem roupa e num calor na casa dos 40 graus já que refrigeração não foi bem planejada pelos arquitetos dessa belezura.

abrigo nuclear- story of berlin museum - Barbara Poplade Schmalz©

Fato é, se realmente alguém jogasse uma bomba atômica em Berlim, apenas 5% da população poderia se proteger e detalhe, esses abrigos eram secretos, pouca gente sabia que eles estavam ali.

camar em abrigo nuclear- story of berlin museum - Barbara Poplade Schmalz©

Se você achar que esses 5% eram uns sortudos e que isso não é justo, não se preocupe, eles provavelmente morreriam também.

bunker abrigo nuclear- story of berlin museum - Barbara Poplade Schmalz©

O abrigo só tinha recursos suficientes para sobreviver por duas semanas e hoje sabemos muito bem que depois desse tempo ia continuar parecendo um apocalipse lá do lado de fora por isso, foi só um desperdício de dinheiro que pelo menos mata nossa curiosidade de como era viver esse medo da época.

This slideshow requires JavaScript.

Uma parte desse abrigo chegou a ser até mesmo uma balada há uns 15 anos (não tenho certeza da época, se alguém souber me corrijam) e uma parte deles ainda é usada para fazer eventos, mas não vimos isso lá. Isso eu vi na TV um tempo depois cutucando e cutuquei o marido:

– Olha lá. olha lá o lugar que eu fui com a Amanda! Presta atenção!

XD

Eu AMEI conhecer tanto o museu quanto o abrigo e se você quiser tirar umas fotos bem legais, vou deixar algumas informações aqui. E se você já conhece o museu, deixa também um comentário falando o que achou.

Beijo, outro, tchau.

Endereço:

Kurfürstendamm 207-208

10719 Berlin

Horário: 10:00 – 20:00, todos os dias.

Preço: 12€ adulto

           5€ crianças de 6 a 16 anos

Atenção! A última visita do abrigo começa às 18:00

6 comments on “Passeando em Berlim – Story of BerlinAdd yours →

  1. Lugar bem legal Bah!!!

    Museus sempre são interessantes! hahaha…. Já tenho uma imensa vontade de conhecer Berlin e ainda vendo pontos diferentes dos que a maioria dos blogs e agências de viagem mostram a vontade de ir e desvendar mesmo a região é ainda maior! 😀

    Ah, o seu blog tá bem legal! 😉

    1. hehehe são mesmo! O q não falta é museu aqui 🙂 E realmente eu tbm tô cansada de ouvir sobre o Portão de Brandenburgo e o Reichstag, tem tanta, mas tanta coisa para ver e só falam disso.

      Que legal q gostou 😀 Tô vendo que você tem um também, fuçarei já! rs

      Bjs

  2. Amei Berlin, amei matar a saudade, amei o museu, e amei a menção honrosa! Pelo menos você não citou o momento em que QUASE PROVOCOU UM ATAQUE CARDÍACO EM MIM!!! Hahahah
    Realmente foi um super programa! Vale a pena tirar metade de um dia para visitar!

Comentar